Plogging: atividade física e sustentabilidade na prática

O “Plogging” é uma nova iniciativa sustentável iniciada por Erik Ahlström na Suécia por volta de 2016 que combina esportes como corrida (e outros) com proteção ambiental.  Essa tendência surgiu porque Ahlström ao ir trabalhar …

Duas mulheres fazendo plogging

O “Plogging” é uma nova iniciativa sustentável iniciada por Erik Ahlström na Suécia por volta de 2016 que combina esportes como corrida (e outros) com proteção ambiental. 

Essa tendência surgiu porque Ahlström ao ir trabalhar de bicicleta começou a notar a quantidade de lixo pelas estradas que permaneciam por semanas sem que ninguém os recolhesse. Então, ele resolveu que começaria a recolher os lixos que encontrasse pelo caminho e isso passou a ser um hábito pessoal, até que, em 2016, outras pessoas e grupos começaram a participar em vários outros países também. 

O que é “Plogging”?

Essa tendência ganhou o nome Plogging após combinar o termo em sueco plocka up, que significa “recolher”  com o termo em inglês jogging cuja tradução é “corrida leve”, O resultado é um exercício que mistura esporte com coleta de lixo. 

Quem pode aderir? 

Não importa se você vai correr 3 km ou uma maratona de 10 km, ou apenas uma caminhada matinal de 15 minutos, a ideia é que você faça algum exercício físico (corrida, caminhada, ciclismo ou até o passeio com o pet) enquanto ajuda a recolher o lixo!

Portanto, indiferente do formato que você escolheu para exercitar-se, você pode sim inserir o plogging na sua rotina de atividade física. O sueco Erik Ahlström, que criou o site www.plogga.se, diz que tudo que você precisa para plogging é um par de luvas e uma sacola reciclável.

E você, vai se animar e abraçar essa ideia?

4 benefícios do Plogging

Se você ainda precisa de um motivo para fazer plogging, fique tranquilo, nós listamos quatro razões sobre por que o plogging é bom para você e também para o planeta:

1. Saúde e exercício 

Pessoas sedentárias e fisicamente inativas têm o dobro do risco de depressão, obesidade e câncer, tanto para adultos como para crianças. 

Não há dúvida que exercitar seu corpo trará inúmeros ganhos para sua saúde, com o plogging você também adicionará alguns movimentos extras, como agachar ou dobrar o corpo. 

2. Combater a poluição 

A verdade é que o lixo que ninguém quer recolher acaba onde não deve, como nos rios e oceanos. Inclua o plogging na sua rotina para evitar que o lixo vá para os oceanos e mate nossa vida marinha. 

3. Salve as vidas selvagens 

Se poluirmos o meio ambiente, a vida selvagem sofrerá, são incontáveis as tartarugas e outros mamíferos marinhos presos em sacos plásticos, por exemplo. 

4. Custos sociais reduzidos 

O custo da limpeza de resíduos de espaços públicos na Suécia em 2015 foi reduzido em 2 bilhões. Esse dinheiro pode ser direcionado para resolver questões mais urgentes. Por isso os esforços coletivos como plogging, além de ajudar a manter os espaços públicos limpos, economizam indiretamente o dinheiro das cidades.

“Para as pessoas que correm regularmente, é ótimo introduzir um pouco de variedade em suas sessões. Esta parece ser uma boa maneira de fazer algo diferente, o que beneficia a comunidade. Alguns corredores já se encarregam de recolher o lixo quando o veem em seus locais de corrida. Ter um grupo inteiro de corredores fazendo isso regularmente pode fazer uma diferença real em parques, caminhos e calçadas ”.

Joe Stevens

Porquê realizar Plogging no Brasil? 

Segundo estudo realizado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF) em 2018, Brasil é o quarto país que mais produz lixo no mundo. São 11.355.220 toneladas produzidas anualmente

Segundo dados do Banco Mundial, mais de 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartadas de forma irregular no país. 

A poluição por plástico, por sua vez, gera mais de US$ 8 bilhões de prejuízo à economia global.

Sim, esses dados assustam e provam que a situação no Brasil em relação ao lixo e a poluição é crítica. 

Infelizmente a prática do Plogging e outras ações simples sobre consumo consciente e descarte correto de lixo não fazem parte da nossa cultura. Mas podemos e devemos mudar isso! 

O Plogging no Brasil

O plogging começou a aparecer no Brasil recentemente (por volta de 2018) e vem ganhando mais seguidores a cada dia. O perfil do Instagram @ploggingbrasil divulga informações sobre meio ambiente e ajuda a divulgar ações de limpeza nas ruas e praias. 

Já existem alguns grupos que realizam ações coletivas do esporte em Maresias (SP), Niterói (RJ) e Grande São Paulo. Uma reportagem feita pelo Jornal do SBT em Brasília mostra um grupo de plogging na prática. Vale a pena assistir: 

Mesmo com os primeiros adeptos, tamanha a dimensão geográfica do nosso país, a iniciativa ainda não passa de um embrião, mas tem tudo para tomar grandes proporções.

8 dicas para começar

Às vezes é mais fácil ficar sentado e julgar os outros em vez de fazer algo para mudar as coisas. Por isso, no lugar de se chatear por encontrar lixo (o que você tem todo o direito de fazer), escolha usar essa energia para o bem. Portanto, antes de qualquer dica, o foco deve ser em mudar sua mentalidade. 

1. Prepare-se

Planejamento é essencial, portanto, antes da prática separe sacos de lixo recicláveis e luvas, coloque um tênis confortável para caminhada ou corrida e se possível álcool para desinfetar as mãos, se necessário. 

Além disso, é importante escolher com cuidado a rota de plogging, é válido investigar se ela é considerada segura, e não só observar que está suja. 

2. ‘Plog’ em grupo é mais divertido

Esta atividade, como outros esportes individuais, é mais divertida se você se juntar a outras pessoas para realizá-la.

3. Reveze a bolsa entre os braços 

Carregar peso de um lado só pode ser estressante e prejudicial, por isso, lembre-se de revezar com frequência. Além disso, use luvas para manter as mãos limpas. 

4. Tente combinar com outros exercícios 

Ao pegar o lixo do chão, aproveite para fazer um agachamento. Este movimento o ajudará a melhorar a articulação do quadril, os músculos adutores e os tornozelos. 

5. Inclua dinâmicas competitivas 

Forme equipes com outros “ploggers” para ver quem consegue pegar mais lixo no menor tempo possível. No final da “disputa”, recolha todo o lixo e leve-o ao ponto de reciclagem mais próximo.

6. Experimente outras formas 

Engana-se quem pensa que é só para corredores. Você também pode fazê-lo se gosta de caminhadas, remo ou ciclismo. Se você não sai de casa para fazer alguma atividade “oficialmente”, mas passeia todo dia com seu pet, por que não fazer o plogging nesta ocasião também?

7. Leve as crianças

Criança fazendo plogging

Não há uma maneira mais eficiente que o exemplo para ensinar as próximas gerações sobre a importância do cuidado com o meio ambiente. Leve a criançada para fazer plogging com você e promova uma experiência incrível para elas, além do principal: o aprendizado.

8. Motive os outros, compartilhe nas mídias sociais 

Tire fotos de suas sessões e compartilhe-as nas mídias sociais usando a hashtag #Plogging. Isso pode inspirar outras pessoas e ajudar a espalhar o movimento.

Conclusão

Um dos aspectos mais surpreendentes do plogging é sua rápida adoção a nível global. Em apenas 3 anos, o impulso inicial de Erik Ahlström se espalhou rapidamente em 5 continentes e quase todas as grandes cidades do mundo, como Londres, Cidade do México e Seul. 

Um dos fatores que colaboram com o sucesso desta iniciativa é o crescente interesse da população mundial pela ecologia e estilo de vida saudável, a simplicidade e o espírito comunitário, e isso é o que o plogging proporciona entre os seus adeptos. 

Está pronto para começar? Envie este artigo para um amigo e aproveite para convidá-lo a começar o plogging com você.

Compartilhar

Deixe um comentário